Redes Sociais




Google+

blog

Otimização das imagens

otimizacao imagens w3alpha educawebsite

Dizem que uma imagem vale por mil palavras.

Hoje, com a tecnologia a nosso favor, é possível tirar fotos e postar instantaneamente.

É muito bonito um site com várias imagens, quando olhamos já sabemos do que trata este site ou mesmo blog.

Mas, o que muitas pessoas não sabem é que os mecanismos de buscas (Google, Bing, Yahoo, etc…) não leem imagens ou flash, somente textos.

O grande segredo está no nome ou descrição dessas imagens.

Uma ótima dica é nomear muito bem cada imagem que você colocar em seu site.

Por exemplo, se você quer mostrar os produtos que sua loja comercializa e tira fotos destes produtos, verá que normalmente o nome de cada imagem aparecerá com um código próprio de cada máquina, algo do tipo 1794620_891799880831167_4037859396617787179_n.

Você terá muito mais chance com os mecanismos, se renomear cada imagem, exemplo: balcão de pia em mármore – nome da sua empresa (importante colocar o nome da sua loja).

Pronto. Os mecanismos de buscas passarão em seu site e irão ler a descrição, que é um texto.

Otimização

otimizacao sites W3alpha

Muitos clientes me perguntam como ter um site ou blog na primeira página nas buscas do Google.

Tenho lido muito sobre o assunto e o que não faltam são gurus, dando fórmulas e falando palavras e expressões que os usuários não conseguem entender.

Nas mídias sociais, como o Facebook, Twitter, Linkedin, Google +a fórmula é o relacionamento com os clientes.

Em SEO (do inglês Search Engine Optimization), que é a otimização de sites para motores de buscas na internet, também se refere à consultoria na área, fala-se da busca por palavras chave, otimização de page titles, headingse outros itens.

Tudo isso é de fato verdade, mas tem algo acima de tudo e mais importante.

“O Conteúdo.”

A produção de conteúdo com qualidade é essencial e de extrema relevância.

Você não terá como manter um relacionamento com o seu cliente nas mídias sociais se não tiver um bom assunto. Aliás, você muito provavelmente não terá clientes ou seguidores, somente por imagens ou o logotipo de seu negócio, por melhor que sejam.

Os mecanismos de buscas (Google, Bing, Yahoo, etc…), ficam passando pela internet em busca de novos conteúdos. Ele passará algumas vezes em seu site ou bloge se nenhum conteúdo novo for detectado, ele retornará com bem menos frequência, deixando seu site para trás.

O que importa na internet é a qualidade do conteúdo que você produz.

Nas redes sociais, as pessoas estão sempre divulgando e compartilhando links dos outros e a maior satisfação é que seu linkseja compartilhado por elas.

Conteúdo relevante gera link.

Google dá ultimato a usuários do Reader

O Google anunciou um prazo final para que usuários do seu Reader transfiram ou salvem seu conteúdo. Num post em seu blog oficial, a empresa disse que o dia 15 é o último dia para fazer isso.

Um pequeno FAQ no post explica o que vai acontecer. Aqui a tradução das duas primeiras perguntas.

1. O que vai acontecer com meus dados do Google Reader?

Todos os dados relativos à assinatura do Google Reader (por exemplo, listas de pessoas que você segue, itens que você estrelou, notas criadas etc) será deletado sistematicamente dos servidores do Google. Você pode baixar uma cópia dos dados do seu Google Reader através do Google Takeout até meio-dia (horário PST, quatro horas a menos que o horário de Brasília) do dia 15 de julho de 2013.

2. Haverá outra maneira de recuperar meus dados com o Google depois?

Não – todos os dados relativos à assinaturas serão apagados de maneira permanente e irreversível. O Google não conseguirá recuperar quaisquer dados de assinatura do Google Reader de nenhum usuário depois de 15 de julho de 2013.

 

Fonte: Yahoo Notícias

Dez anos de WordPress

18-wordpress_icon-256x256

Nos início dos anos 2000, a grande febre dos usuários da web era postar relatos pessoais em blogs. Nesse contexto, anterior ao boom das redes sociais,  surgiu em 2003 o WordPress em 2003. Nesta segunda-feira (27), o sistema de gerenciamento de conteúdo  (CMS) completa dez anos. E ao contrário dos concorrentes da época (como Blogger e Live Journal), continua mantendo a força.

Ser um software livre e que pode ser modificado por desenvolvedores foi o grande trunfo do WordPress. De uma simples ferramenta para blogueiros que desejavam postar relatos pessoais, o WordPress se tornou uma das melhores alternativas para quem quer criar um site profissional. Isso aconteceu justamente pelo software ter sido aprimorado nos últimos dez anos.

A possibilidade de ser modificado também fez com que uma comunidade online de desenvolvedores e usuários fosse criada em torno do WordPress. E é justamente essa comunidade que está organizando alguns eventos para este dia 27 de maio. Trata-se do WordPress Meetup, que acontece em cerca de 500 cidades.

No Brasil, o principal encontro da comunidade vai acontecer em São Paulo. Uma das organizadoras do evento é Cátia Kitahara, que fundou a comunidade brasileira. Ela diz que o grande número de usuários ajudou a ferramenta a se tornar popular. “O que diferencia é que a comunidade é muito grande e fica muito fácil encontrar suporte”, afirma. De acordo com Cátia, o encontro de São Paulo deve contar com cerca de 70 pessoas.

Mas, para o quê serve o WordPress?

Há duas possibilidades de utilizar o WordPress. A mais simples delas é usando o serviço de blogs do WordPress.com. Nesse caso, você precisa ir até a página do serviço, fazer um cadastro e criar uma página que vai ter o domínio “nomedosite.wordpress.com”. A partir disso é possível fazer tarefas simples na página como atualizar as postagens. Esta opção é similar ao Blogger ou mesmo o Tumblr.

A segunda opção de uso do WordPress é em domínios próprios (ex: nomedosite.com.br ou nomedosite.com). Com o WordPress como CMS de um site, a gama de recursos (como layouts para a página e plugins para administrar a página) aumenta. Para usar o software desta forma, você precisa primeiro registrar um domínio e hospedagem de site.

Alguns serviços de hospedagem já contam com a opção do WordPress para ser utilizado. Caso a empresa de hospedagem não ofereça o CMS, você deve fazer o download do programa no site wordpress.org.

Entenda o que é:

CMS – Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (tradução para Content Management System). Trata-se da plataforma que utilizamos para administrar uma página na internet. Além do WordPress, são populares o Drupal e o Joomla. O Blogger (do domínio Blogspot) também pode ser usado como CMS.

Fonte: EBC

Sobre o YouTube

1351599429_YouTube

 

O YouTube é um site de compartilhamento de vídeos, permite que seus usuários carreguem e compartilhem vídeos em formato digital.

O YouTube utiliza o formato Adobe Flash para disponibilizar o conteúdo. É o mais popular site do tipo devido à possibilidade de hospedar quaisquer vídeos (exceto materiais protegidos por copyright (direitos autorais)). Hospeda uma grande variedade de filmes, videoclipes e materiais caseiros. O material encontrado no YouTube pode ser disponibilizado em blogs e sites pessoais através de mecanismos (APIs) desenvolvidos pelo site.

Para assistir aos vídeos não é necessário ter conta no YouTube. Logo que você acessar o site poderá visualizar alguns vídeos mais acessados, poderá procurar pelo nome ou por categorias, enfim pode navegar pelo site inteiro.

 

tela_youtubr

 

Para enviar vídeos, comentar ou inscrever-se em vídeos ou em canais, será necessário ter uma conta. Os canais são coleções de vídeos, listas de reprodução e outras informações do YouTube de uma pessoa.

Para criar uma conta, basta preencher o formulário de inscrição, com um e-mail válido do Google.

Para enviar vídeos selecione o vídeo que você gostaria de enviar de seu computador. Você também pode gravar um vídeo com sua webcam ou criar um vídeo de apresentação de slides.

Por padrão você poderá enviar vídeos de até 15 minutos, mas poderá aumentar seu limite clicando em “Aumentar limite” na parte inferior da tela de envio.

tela_youtube_enviar_video

 

A próxima tela aparecerá para você preencher com o número de seu celular. O código de verificação será enviado por SMS ou chamada de voz.

 

verificar_conta_youtube

Coloque o código que você recebeu na tela a seguir.

verificar_conta_youtube_confirmacao

 

Pronto seu limite de envio foi aumentado.

Para compartilhar um vídeo, clique em compartilhar e o YouTube dará a url do vídeo, que poderá ser enviado por e-mail, colocado em algum documento ou em seu site. Ao clicar neste link, o usuário será enviado ao site do YouTube, na página do vídeo em questão.

 

compartilhar_video_youtube

 

Em incorporar o YouTube dará um código de incorporação que deverá ser adicionado ao html de seu site ou blog. Neste caso, o vídeo aparecerá na página que você determinar.

 

 

Você poderá colocar tags, ou seja, palavras chaves que ajudarão aos internautas acharem o seu vídeo.