Redes Sociais




Google+

download

Dicas para evitar golpes online

noticiacrop

Os golpes on-line, geralmente iniciados por e-mail, podem ser evitados, se o internauta estiver atento a alguns detalhes importantes. Normalmente, os scammers, como são chamados os golpistas on-line, deixam traços muito claros nos e-mails falsos que mandam.

O procedimento dos golpistas é padronizado. Na maioria das vezes, eles usam o nome de empresas ou instituições famosas e enviam e-mails falsos com ofertas, promoções e vantagens para o internauta. Outras vezes, eles pedem que a vítima se recadastre em algum serviço, para coletar informações confidenciais das pessoas. Atualmente, os scammers chegam até a usar ironia, incluindo avisos de segurança geralmente válidos, que conquistam a confiança dos internautas e tornam os golpes mais fáceis.

Veja a seguir as características mais comuns dos e-mails falsos usados em golpes on-line:

  • Erros de português e textos fora de formatação
    É muito comum encontrar erros crassos de português nos e-mails falsos e ou uma formatação estranha no texto, geralmente em formato HTML. Esses são sinais de que o e-mail, provavelmente, é falso, já que as empresas legítimas tomam cuidado para enviar textos bem escritos e formatados.
  • URL estranha*
    Os golpistas costumam incluir endereços da Web (URLs) nos e-mails falsos para coletar informações das vítimas. Alguns têm o cuidado de criar endereços bem parecidos com os da empresa que usam como disfarce, mas é possível identificar o golpe pela URL estranha. Por exemplo: ao invés de www.nomedobanco.com.br, o link é www.nomedobanco-sp.com.br.
  • Sites hospedados em serviços de hospedagem gratuita **
    Empresas legítimas não hospedam seus sites em serviços gratuitos como HpG, Geocities, Lycos, Kit.Net ou Gratisweb. Portanto, se você receber um e-mail que o direcione para uma página em um desses serviços, desconfie. Normalmente, as empresas possuem seu próprio domínio.
  • Pedido para enviar o e-mail para “o maior número de pessoas possível”
    Os golpistas on-line têm várias maneiras de distribuir seus e-mails falsos e, muitas vezes, pedem para as próprias vítimas divulgarem o golpe, incluindo no e-mail o texto “envie para o maior número de pessoas possível”. As empresas que fazem divulgação pela Web usam seus próprios bancos de dados para enviar e-mails e nunca recorrem a esse recurso.
  • Oferta válida só pela Internet
    Há empresas que fazem ofertas válidas apenas pela Internet. Quando essas empresas são legítimas colocam à disposição do internauta algum telefone de contato para atendê-lo. É comum encontrar em golpes, por e-mail, a afirmação de que a promoção ou oferta só é válida pela Internet, numa tentativa de evitar que o internauta entre em contato com a empresa real e descubra que a oferta é um golpe.

    Além disso, os internautas devem ficar atentos para as ofertas que incluam o preenchimento de cadastros, entrada em links ou download de algum arquivo. É recomendável ignorar essas ofertas ou entrar em contato com a empresa responsável e verificar se são reais. Tomando esses cuidados, é possível ficar mais seguro e evitar as armadilhas digitais que surgem todos os dias.

*URL (Universal Resource Location ou Uniform resource Locator): É o endereço da página, ou seja, é o responsável por indicar ao navegador que página da Internet o usuário quer visitar, como por exemplo: http://www.serasa.com.br
** Exemplos de endereços fictícios de sites com hospedagem gratuita:
www.empresa.hpg.ig.com
www.empresa.kit.net
www.geocities.com/empresa

Fonte: Serasa

Dicas para evitar vírus no seu computador:

 

virus_novo_computador

– Não abra nenhum arquivo anexado a e-mail recebido de fonte desconhecida, suspeita ou não confiável.

 

– Não abra nenhum arquivo anexado a e-mail a menos que você saiba o que é, mesmo que ele tenha sido enviado por conhecido seu. Certos tipos de vírus podem se replicar automaticamente e se distribuir por e-mail. É melhor ser cauteloso do que se arrepender.

 

– Não abra nenhum arquivo anexado a um e-mail cujo assunto (subject) seja questionável ou inesperado, mesmo que aparentemente seu título seja inocente.

 

– Delete e-mails enviados através de correntes ou e-mails de propaganda forçada. Não os envie ou copie para ninguém. Esses tipos de e-mail não solicitados acabam, no mínimo, congestionando as redes de comunicação.

 

– Não faça download de arquivos recebidos de estranhos. Seja cauteloso quando fizer downloads de arquivos disponibilizados na Internet. Tenha certeza de que a fonte é legítima e conhecida. Verifique se seu programa antivírus está ativado para verificar os arquivos que você quer copiar.

 

– Mantenha seu programa antivírus atualizado regularmente. A cada mês surgem mais de 200 vírus novos. Proteja-se acessando o site do fornecedor de seu antivírus e fazendo o download das atualizações de versão.

 

– Se você não quer correr riscos de infecção de seu microcomputador, vale a pena comprar um software antivírus conhecido. Com a compra legal, você pode fazer as atualizações periódicas de versão, bastando para isso, informar, quando for o caso, o número de série de seu software.

 

– Para escolher os programas mais conhecidos, acesse o site www.tucows.com. Ou verifique os sites dos fornecedores mais conhecidos: www.norton.com ou www.mcafee.com.

 

– Antes de ler um pendrive, cd ou dvd recebido de alguém, analise-o com o software antivírus.  

 

– Em caso de dúvida, não abra o arquivo anexado, não faça o download, não execute nenhum arquivo anexado e não coloque um pendrive, cd ou dvd recebido de terceiros em seu microcomputador.