Redes Sociais




Google+

spam

Uma guerra na internet

email-spam

O Spamhaus é um grupo europeu que combate os spans, e ele incluiu em sua lista negra os servidores da Cyberbunker, um provedor holandês que hospeda praticamente qualquer coisa (inclusive spammers), contanto que não seja pedofilia ou terrorismo.
O grupo Spamhaus afirma que a Cyberbunker está por trás dos ataques a internet em retaliação ao bloqueio.
Por outro lado a Cyberbunker se defende dizendo que tem o direito de hospedar qualquer coisa em seus servidores.
O ataque é realizado pela infestação de um programa maligno que permite o controle à distância. Depois eles são usados como zumbis para inundar os servidores com solicitação de dados, congestionando a internet.
A Spanhaus tem listas atualizadas de servidores que enviam spam e estas listas são vendidas a produtores de software de segurança e a provedores de internet, que utilizam nos programas antispam para filtrar os e-mails.
Por esse motivo a Spamhaus é odiada pelos spammers.

E, quem sofre com essa guerra somos nós, com a extrema lentidão da internet nestes últimos dias.

SPAM: e-mails indesejados

spam

  A quantidade de e-mails que recebemos em nossa caixa postal cresce quase que sem controle. Além da propaganda indesejada (spams – que são enviadas por spammers), há também os e-mails maliciosos, geralmente enviados por hackers ou por coletores de endereços eletrônicos que, em geral, acabam gerando mais correspondências eletrônicas, num círculo vicioso que só tende a dificultar a comunicação normal e séria através da Internet.

Há diversos mecanismos de identificação de seu endereço eletrônico utilizados por coletores de e-mails com o propósito de criar grandes listas de endereços que são, então, vendidas para quem quer enviar propaganda não solicitada.

 

– Eles podem ser obtidos através de sites onde você é solicitado a se cadastrar para ter acesso a determinadas informações gratuitas (desconfie quando o site pede para você se identificar através de seu endereço de e-mail – neste caso, consulte a política de privacidade do site (se houver) para avaliar melhor o risco de fornecer seu endereço).

– Também podem ser obtidos através de e-mails tipo corrente, solicitação de ajuda para causas diversas, descrição de algum desastre ecológico ou humanitário ou abaixo-assinados (desconfie quando você é solicitado a repassar a mensagem – neste momento você poderá estar disponibilizando seu endereço eletrônico para o spammer).

– Atenção quando você recebe um e-mail de propaganda qualquer sobre um produto ou serviço ou de prêmios que você pode ganhar “clicando aqui neste botão” – seu endereço pode ter sido obtido anteriormente através de algum recurso escuso (desconfie quando a mensagem oferece a facilidade de excluir seu endereço da lista – em geral, você só estará confirmando a validade de seu endereço eletrônico – neste caso, o melhor a fazer é simplesmente apagar o e-mail).

– Cuidado com mensagens-lista de dados de pessoas, nas quais você é solicitado a preencher seu nome, endereço, e-mail, telefone, etc. Se a mensagem-lista é reenviada, pode ser facilmente enviada para alguém que já consta da lista, por exemplo, e que só tem por objetivo obter as informações para uso ilegal, ilícito ou imoral.

– Se você acabou de receber um e-mail alertando sobre um novo tipo de vírus, verifique nos sites de empresas responsáveis por anti-vírus (Symantech (Norton anti-vírus) – ou McAfee (Virus Scan) – em inglês) a veracidade da notícia. Tome as providências cabíveis – atualizando seu anti-vírus, por exemplo.

– Você tem como criar filtros em seu próprio programa de correio eletrônico, com o objetivo de rejeitar mensagens que tenham determinadas características. No Microsoft Outlook Express, por exemplo, veja em Ferramentas, depois em Regras para Mensagens, depois em Email. Você pode criar diversos tipos de regras que podem facilitar sua vida, filtrando mensagens indesejadas.

– Lembre-se de que a cada dia chegam milhares de inexperientes na Internet. E quanto mais pudermos ensinar, melhor será para todos. Afinal, esta facilidade dos dias modernos é muito útil para atender nossas necessidades de comunicação.

– Escrever um e-mail ou enviar qualquer coisa pela Internet é fácil. Não acredite automaticamente em tudo que lhe é enviado. Leia o texto, reflita, se possível confira a procedência (acessando sites de referência, por exemplo) e analise com cuidado antes de decidir repassar aos amigos.

– Consulte o site www.anti-spam-tips.com (em inglês) para mais detalhes sobre este tipo de ameaça eletrônica.