Redes Sociais




Google+

Você já praticou nadismo hoje?

Untitled-1

 

 

Acredite: uma pitada de ócio, diariamente, pode fazer milagres, aumentando a produtividade e a criatividade.

 

 

– Nada melhor do que não fazer nada!” Já dizia Rita Lee.

O italiano Domenico De Masi, em sua obra “O Ócio Criativo” (ed. Sextante), de 1995, afirmou que momentos de puro ócio alivia o estresse, estimula a criatividade, nos torna mais produtivos no trabalho e aumenta o autoconhecimento.

Em 2006 surgiu o nadismo, que pelo nome, já diz a que veio. “O movimento propõe uma importante transformação cultural: a consciência de que fazer nada não é perda de tempo, mas uma forma muito valiosa de aproveitá-lo.”

Segundo o neurocientista americano Andrew Smart, pesquisador da Universidade de Nova York, o cérebro possui algumas regiões que estão mais ativas quando estamos em repouso, são as redes neurais. Estas áreas são o piloto automático do cérebro, que quando não estamos fazendo nada, ela fica estabelecendo conexões. Além de fixar informações e processar emoções, que não seria possível se estivéssemos fazendo qualquer coisa.

Ou seja, deixar a mente vagar é um santo remédio para estimular a criatividade e garantir uma boa qualidade de vida.

Dormir, apesar de ser reconfortante, não é considerado como momento de nadismo, pois o cérebro faz uma limpeza quando dormimos, mas a rede neural não é ativada nestes períodos de descanso.

Eu, por exemplo, tenho que estar sempre fazendo algo. Quando termino meu trabalho, vou descansar ficar de “pernas pro ar”, mas sempre fazendo algo para relaxar, como lendo, conversando, navegando no smartphone ou tablete. Mas isso também não é nadismo e não estou deixando minha rede neural estabelecer conexões importantes.

E aí, como vou ficar perdendo tempo sem fazer nada?

Calma, basta um minuto por dia. Pare e contemple o céu, árvores, flores, etc.

Mas se você trabalha em uma sala fechada e não tem acesso externo, acesse o endereço www.nadismo.com.brem seu computador e vislumbre por um minutinho a travessia das nuvens pelo céu azul. Já ajudará e muito.

O importante é se desconectar do que está fazendo. Meditar, ouvir uma música tranquila, caminhar, já é capaz de reduzir o estresse e trazer uma boa disposição.

Além de proporcionar uma calma imediata, esse exercício simples conduz a mente para o presente, deixando o cérebro mais ativo.

Relaxe e pratique o nadismo.

Lucia Costa

W3alpha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *